Há alguém entre nós que atrapalha nosso sucesso!

Jornal da Cidade Bauru-SP, 05/01/2015.
Valdemir Gabriel

Existe alguém entre você e eu que está atrapalhando nosso relacionamento. Isso também tem trazido muitas perdas pessoais e profissionais para os seres humanos e destruído famílias e organizações em nível mundial.
Esse alguém que está destruindo famílias e relacionamentos vem impedindo também pessoas de se desenvolverem plenamente em suas carreiras e criando conflitos desnecessários. Que levam a perdas imensuráveis pela falta de domínio sobre si mesmo e que se manifesta de forma súbita e irrefletida, causando prejuízos às relações humanas, necessitando, por isso, consideração e um olhar cuidadoso.
O primeiro contato que tive com ele foi durante minha formação acadêmica na Faculdade de Administração na matéria de Psicologia e o segundo, foi quando estudava visão sistêmica durante a especialização em Terapia de Casais e Famílias.
Mas só o senti, verdadeiramente, durante minha formação em Psicodrama nas aulas de dramatização, que envolviam troca de papéis, quando eu me colocava no lugar de outra pessoa e podia sentir e ver o que ela via e sentia de uma mesma situação.
Já a certeza de que ele é o principal responsável pela ruína das relações humanas, só vim a ter em meus encontros de Coaching e Terapia com meus clientes, quando fui percebendo que a maior dificuldade que as pessoas têm é de aceitar que o outro possa ser melhor que elas ou ainda que tenha um brilho mais forte.
Esse indivíduo que se posta entre você e o outro faz diariamente casais discutirem muitas vezes sem necessidade, pois cada um defende seu ponto de vista induzido pela energia desse mal, que em verdade veio para ser do bem. Porém, os seres humanos estão usando-o de forma errônea: o que seria um motivador positivo para atingir objetivos, está sendo o maior destruidor de lares.
Nas empresas, onde atuo com mais frequência, tenho visto este ser como um dos principais fatores de perdas no caixa financeiro, pois os conflitos criados por ele trazem prejuízos imensuráveis devido à luta pelo poder que é seu maior alimento.
Enquanto todos dentro da organização não tiverem essa consciência, tende a crescer essa fenda que impede o crescimento das organizações. Hoje, quando perguntado em minhas palestras o que mais impede as empresas de crescerem falo com muita segurança, que é esse ser que há entre nós, entre você e eu, entre você e o outro.
Depois de tantas experiências, tendo salvado mais de oitenta casamentos que estavam sendo destruídos pela força desse mal, ter ajudado empresas a recuperarem seus verdadeiros talentos, após terem contato real com este ser, comecei a cuidar com mais atenção desse amigo que, querendo ou não sempre estará entre você e eu.
A partir daí, minha vida rapidamente se transformou, aprimorando-se em todos os sentidos. Encontrei-me com a família que eu sonhava, meus filhos se reaproximaram e consegui o respeito dos meus familiares e amigos. Realizei todos os meus sonhos pessoais e profissionais e hoje tenho a oportunidade de trabalhar com o que mais amo, ganhando muito bem com isso. Ou melhor, já não preciso trabalhar há muito tempo, por sentir que todos os dias vou para uma festa ao invés de estar indo para o trabalho.
Atualmente me pergunto por que demorei tanto tempo, mais de trinta anos, para entender que esse alguém que vive entre nós é e sempre foi o maior limitador de minha felicidade. Ou melhor, pergunto-me por que pessoas tão inteligentes, muitas vezes doutoradas, passam a vida inconscientes deste alguém, negando qualquer contato com ele, acabando frustradas em suas carreiras e em seus relacionamentos afetivos.
Conhecendo e podendo analisar as situações com esse olhar, eu percebo como a vida poderia ser diferente, bem melhor e com muito menos conflitos, se os colegas de trabalho, amigos, casais, pais e filhos, enfim todos, de alguma forma interligados por interesses pessoais, tivessem contato com essa realidade.
Nessa oportunidade, só escrevo para que você possa refletir o quanto esse alguém pode estar atrapalhando sua felicidade, a realização de seus objetivos, o alcance de suas metas e até mesmo a realização de todos os seus sonhos pessoais e profissionais.
Por ter sido eu, uma das pessoas que teve ele como um de seus melhores companheiros por muitos anos e por isso ter pago caro com muitas perdas durante a trajetória da vida, peço encarecidamente: preste o máximo de atenção nele, pois, usado de forma positiva, pode ajudá-lo a romper muitas barreiras e a superar todas as suas metas. Por outro lado, tê-lo como uma barreira entre você e o outro, pode fazer com que ele seja ou venha a se tornar o seu maior inimigo.
Sim, estou falando do nosso companheiro inseparável, aquele que pode não ter nascido conosco – seria muita arrogância afirmar isso –, mas que, certamente, manifestou-se, assim que tivemos contato com a realidade do mundo: o Ego! Cuidado com ele: da mesma forma que ele o eleva, o derruba. Podendo levar um profissional a diretor de uma organização, através do seu fervor, que impulsiona a grandes conquistas e fazer esse mesmo profissional perder tudo devido o mesmo impulso ser alimentado também pela arrogância.
Portanto, acredito que os seres humanos só alcançarão totalmente sucesso em suas vidas pessoais e profissionais e serão realmente felizes, se utilizarem esse companheiro de forma positiva e conseguirem dominar ao máximo a dose de alimento da arrogância durante suas trajetórias de vida rumo ao sucesso tão desejado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *